• Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

VOTE 23444

DIEGO GUIMARÃES

Coligação Cuiabá para Pessoas

Podemos - Cidadania - PSC
CNPJ: 38.735.456/0001-72

® 2020 Por Coningham & Siqueira

Cuiabá precisa de bons políticos.

Vote em Diego Guimarães 23444.

Diego Guimarães denuncia falta de acessibilidade para PCDs no transporte público coletivo e ruas

Na sessão desta terça-feira (26.02), o vereador Diego Guimarães (Progressistas) apresentou um pouco da rotina do cadeirante Gabriel Aguiar, de 22 anos, que todos os dias é obrigado a passar por uma série de dificuldades para cumprir tarefas básicas como ir a faculdade ou participar dos projetos sociais que coordena.


"Depois desse dia ao lado do Gabriel eu pude ter a certeza de que não é ele quem é deficiente e sim a cidade, que não possuí os requisitos básicos para atendê-lo. Ao invés de tornar a vida dele mais fácil, a falta de preparo da nossa amada Cuiabá o desafia a desistir todos os dias. Ele é um guerreiro e ainda é muito jovem, mas imaginem quantas pessoas que, ao passarem por isso diariamente, se veem obrigadas a desistir das suas atividades", afirmou o vereador.


Morador do bairro Santa Terezinha, região periférica da Capital, Gabriel utiliza a sua cadeira de rodas para atravessar mais de 800 metros de lama, cascalho e mato até chegar ao ponto de ônibus mais próximo. "Eu já fiquei atolado e caí várias vezes fazendo esse percurso. Algumas ocasiões os moradores me socorrem, mas em diversas vezes me vi nessa situação completamente sozinho".


Após esse pequeno rally, que pode durar até 40 minutos, Gabriel enfrenta a segunda jornada que é o desafio de pegar um ônibus que tenha condições adequadas para transportá-lo. "Os ônibus estão sempre lotados e muitos nem param para a gente. Aqui no bairro ainda é mais tranquilo porque os motoristas já sabem, mas quando chega no centro é ainda pior".


O mal funcionamento dos elevadores é outro problema rotineiro. "Quando o elevador não funciona o veículo é obrigado a parar e os passageiros tem que descer e aguardar outro ônibus, nessa hora muitos ficam com raiva de mim, dizem que eu nem deveria estar lá e sim em casa. Como se a culpa fosse minha e não das empresas que não cumprem o dever delas", disse. 

O vereador afirmou que irá encaminhar para a Prefeitura Municipal de Cuiabá todos os problemas relatados, contudo disse que a cidade precisa olhar com mais atenção para as pessoas com deficiência. 


"Quantos Gabrieis existem em Cuiabá? Quantas pessoas sofrem com o atraso do transporte coletivo? Até quando vamos tolerar ônibus com prazo vencido rodando em Cuiabá? Eu espero que o Gabriel seja um símbolo, uma lembrança para a Prefeitura e também para essa Casa de que é por eles que nós devemos trabalhar"